Aconselhamento genético reprodutivo

Atualizado: 5 de nov. de 2021



A Psicologia pode contribuir para o aconselhamento genético! Principalmente para indivíduos portadores e/ou afetados por Anomalias de etiologia genética. O aconselhamento genético consiste em verificar a probabilidade de uma doença genética e, a partir daí, orientar casais que pensam em ter filhos, mas que possuem grandes chances de transmitirem algum tipo de patologia ou malformação. Este acompanhamento pode incluir uma série de exames físicos, psicológicos e laboratoriais e é indicado – principalmente – em casos de pais com doenças genéticas no seu histórico familiar. O acompanhamento psicológico é importante para orientar o casal neste momento e alinhar as expectativas da família com a realidade da criança que está por chegar.


Biópsia embrionária



A biópsia embrionária costuma ser realizada após um ciclo de FIV (Fertilização In Vitro) e tem como objetivo avaliar possíveis doenças genéticas ou alterações cromossômicas antes da implantação do embrião no útero da mulher.




Você sabe quando deve ser feita a biópsia embrionária? Este procedimento é indicado principalmente nos casos abaixo:

  • Mulheres que estejam acima de 40 anos;

  • Casais que passaram por abortos de repetição;

  • Casos que tenham tido falhas sucessivas no processo de FIV;

  • Histórico de doença genética na família.

Você recebeu a indicação de biópsia e está angustiada ou está insegura sobre fazer ou não, clica no link e vamos marcar uma consulta!


Acesse o link: AQUI

1 visualização0 comentário