top of page

Minha experiência com a endometriose

Eu, Thalita Oliveira, já trabalhava com pacientes portadoras de endometriose quando na pandemia comecei a sentir dores. Eu mesma me diagnostiquei. A dor era incapacitante. Estava sozinha, elaborando o que viria após o diagnóstico confirmado por exames. Senti medo de passar por cirurgias e continuar com dores, de comprometer a minha fertilidade, visto que 50% das pacientes com endometriose são inférteis, e outras inseguranças, algumas já resolvidas, outras em processo.

As dores surgiram após a vivência de muitos lutos, tinha acabado de perder o meu pai para um câncer agressivo que nos maltratou por três anos; o fim de um relacionamento; o surto da pandemia e o medo de perder mais pessoas, a minha avó materna faleceu no mesmo mês que recebi o diagnóstico. E não há como negar do impacto do estresse e das emoções nas dores e na experiência de ser portadora de endometriose.

Tenho a herança genética e não estava cuidando da minha qualidade de vida nos últimos anos. A prioridade era cuidar dos outros. Então, precisei me priorizar e mudar muita coisa na minha rotina. Mudar minha alimentação, ter constância na atividade física, é preciso muita disciplina para ter um estilo de vida saudável e abrir mão de algumas coisas.

Minha jornada incluiu o congelamento de óvulos já que o meu sonho é gestar. Embora não garanta uma gestação futura, eu tenho a certeza no meu íntimo que vou conseguir, mas precisei desse recurso para ficar mais tranquila sobre este tema. Penso que preservar minha fertilidade me ajuda a planejar a minha família .

Em 2020 doeu muito emocionalmente. Fisicamente foram poucos episódios de dor, pois meu diagnóstico foi rápido e respondo muito bem a terapia hormonal, aderi a todas as práticas recomendadas pelos especialistas que me acompanham. Tenho certeza que isto faz toda diferença para que eu tenha qualidade de vida. Sou muito grata a esses profissionais.

Hoje dou um novo sentido à minha experiência e percebo o quanto a endometriose vem me ensinando. Encontrei um propósito no meu trabalho e sei que juntas nós, mulheres, podemos ajudar umas às outras de muitas formas. Sei que existem limitações e desafios, mas faça hoje o que você consegue, o que for possível por sua saúde e bem estar e verá que as coisas começam a ficar mais leves.


31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page